Usina do Drama 2017

“Aprendi muito. Aprendi que uma ideia é apenas uma ideia. O projeto de série envolve construção de argumento, roteiro, modelos de serialidade, construção de mundo, planos de negócios, pensamento transmídia. De muita, muita escrita.”

Bruno D’Almeida – participante da Usina do Drama 2017

O projeto Usina do Drama teve a sua primeira edição em 2017 e contou com mais de 140 projetos inscritos no edital de abertura. Foi uma jornada de grande aprendizado, para nós, idealizadores do projetos, e para os 50 projetos que foram selecionados e participaram de todo o processo de formação de roteiristas. Entre as 50 propostas selecionadas, tivemos 30 pré-projetos de ficção live action, 10 de animação e 10 documentais. 

Participaram roteiristas iniciantes e roteiristas já atuantes no mercado que aproveitaram a ocasião para desenvolverem seus projetos pessoais ou das produtoras onde atuavam. Esse amplo espectro do público atingido permitiu formar, aperfeiçoar e qualificar o processo de criação e de escrita de projetos de séries condizentes com as exigências dos editais de fomento, assim como, apoiar os roteiristas para se inserirem no mercado da produção de séries para televisão. 

Com o formato bem semelhante do que estamos apresentando na edição de 2020, no primeiro ano de projeto tivemos um Workshop de Fundamentos, que tinha como objetivo apresentar a Usina do Drama, em especial, da metodologia e conteúdo do primeiro ciclo da formação, as premissas e conceitos básicos de dramaturgia, os itens básicos que compõem um projeto de série e os aspectos legais relacionados à prática profissional do autor roteirista.

O curso de formação, chamados de Workshops de Desenvolvimento, foram os espaços privilegiados para o desenvolvimento dos Projetos, com 48 horas de formação para os projetos selecionados. Complementamos a formação com os Workshops de Aprimoramentos articulados às demandas criativas dos Workshops de Desenvolvimento. Os matriculados na Usina do Drama participaram de 12 horas de formação em cada um dos workshops.

Chegamos ao final do primeiro ciclo com 45 projetos considerados em uma análise criteriosa por, pelo menos, dois pareceristas cada. Os projetos resultantes do Primeiro Ciclo foram muito bem avaliados, não havendo nenhuma reprovação. Já no Ciclo 2, contudo, um grupo menor de alunos foi selecionado baseado no mérito de seus projetos. Ao final, apenas 5 proponentes participaram do Ciclo III – Redação final e da sessão de pitching para defesa e avaliação dos seus projetos em evento público com a participação de quatro produtoras de audiovisual atuantes na Bahia, especialmente convidadas para a ocasião: Origem Produtora de Conteúdo, Mandacaru Filmes, Griot Filmes e Têmdendê Produções. 

O programa de formação Usina do Drama 2017 encerrou suas atividades com os seguintes produtos finais: formação de 50 roteiristas de séries; apoio na formulação de 45 projetos de séries; desenvolvimento de 16 projetos de séries, com a elaboração do roteiro do piloto de cada uma delas; e aprimoramento de 5 projetos e roteiros de pilotos de série, submetido a banca avaliadora de 5 produtores/criadores consagrados no mercado baiano. Foi, sem dúvida, uma jornada formidável!

Confere a nossa galeria:
[fotos: João Senna]